Haja testosterona


É, cada um vive a vida do jeito que acha melhor. Alguns pautam ela no sucesso profissional, outros no financeiro, outros na vida pessoal, alguns na vida religiosa, outros querem so curtir sem compromisso com nada e existem aqueles que querem somente "transar", ou seja, conquistar e digamos assim levar para a cama, todas as mulheres ou homens que cruzam seu caminho.
Nesta semana, lendo o comentário de um amigo no blog de outro, descobri que o famoso "Warren Beatty" teve o "prazer" de levar para sua cama, ou qualquer outro lugar, pois nessas horas não podemos desperdiçar as oportunidades e qualquer cantinho ajuda, nada menos do que 12.775 mulheres. Meus caros, não vou enganar vocês é muita mulher. E com o perdão da palavra, haja disposição. Um recorde para mim, uma humilde mortal que com certeza nunca chegara a tão grande patamar.
Ápos saber de tal fato, fui pesquisar na net sobre a veracidade da informação e constatei que foi escrita mais uma "bibliografia não autorizada" contando sobre sua vida artística e sentimental, ou melhor sexual. O autor Peter Biskind afirma que "mulheres e sexo" foram a perdição da vida de Wb, ou melhor sua alegria.
Visto como um dos atores mais bonitos e charmosos do cinema, além que conquistador também, Warren Beatty colecionou ao longo de sua trajetória filmes de sucesso e mulheres, muitas mulheres. Em sua filmografia temos: "Bonny e Clyde" (um filme maravilhoso, baseado em fatos reais, dirigido pelo soberbo Arthur Penn e protagonizado pela charmosíssima Faye Dunaway. Na trama vemos um casal de assaltantes curtirem e aproveitarem sua doce vida roubando e aterrorizando todos os que se metem em seu caminho. Fabuloso); "Reds" (um bom filme dirigido pelo próprio WB, ganhador do oscar de melhor direção que teve como parceira a elegante Diane Keaton. Conta a história do jornalista John Reed); "Clamor do sexo" (outro excelente filme, dirigido pelo famosíssimo Elia Kazan e protagonizado pela carismática Natalie Wood. A história se passa na década de 20 e é pautada no interesse sexual de um jovem por uma bela moça. Ambos desejavam um ao outro de forma intensa. No entanto, a sociedade da época, muito conservadora era repleta de regras morais onde o sexo e o desejo eram vistos como tabu. Ótimo); "O céu pode esperar"(um filme tão fofinho e leve. Aqui WB é um jogador de futebol que vai para o céu antes da hora. Então, ele é mandado de volta para a Terra, so que dessa vez no corpo de um empresário. A partir daí uma série de confusões são armadas por ele. Muito divertido).
E ainda: "Bugsy" (não é um de seus melhores filmes); "Lilith" (Razoável); "Dicky TracY" (chatinho), dentre outros. Enfim, um ator talentoso que enveredou também pela direção, alcançando um relativo sucesso com Reds. No entanto, o que marcou de fato sua vida foi sua quedinha pelas mulheres e seus casos com as grandes estrelas de Hollywood. Fato este conhecido do grande público. Em 1992, ele casou-se com a atriz Annette Bening e pelo que sei, está com ela até hoje.
Independente de qualquer coisa, para mim o que vale e importa é sua vida artística, seu legado enquanto ator e diretor, pois isto ficará para sempre. Porém, confesso: não acredito que o cara tenha chegado a este número. Sinceramente, é muito. E cá entre nós, um quantitativo destes enche o ego de qualquer homem.

11 comentários:

Jaime Guimarães disse...

Oi, Cíntia!

12.775 mulheres? O cara é um fenômeno, então. Os "comedores" ( perdão pelo termo) mais conhecidos são Casanova, que levou algo em torno de 5 mil mulheres pra cama e o Gene Simmons, baixista do Kiss, que levou umas 4 mil - segundo contas do próprio. Acho que nem o sultão Suleyman, que teve umas 700 esposas e que pegava até as sogras bate os números do Warren Beatty.

Se o Michael Douglas não encontrasse a Catherine Zeta-Jones e um tratamento adequado, talvez chegasse perto do fenômeno Warren.

Aliás...o Warren não andou pegando a Madonna por uns tempos? Uau! Que encontro! Acho que os dois ficavam contabilizando quantos pegaram:

- Warren, meu bem, eu já peguei 1.350 homens até agora.
- Ha! Eu já peguei 11.052 mulheres! Você é boa, mas perto de mim...you're like a virgin!
- 11.052? Ontem você falou que foram 11.047!
- É...aquelas suas dançarinas são ótimas!

É muita coisa, é muita mulher. Também não acredito nesses números, embora tenha certeza de que a quantidade tenha sido grande. Você leva em conta a vida artística, o legado enquanto ator e diretor, mas tem um monte de mulher que levou em conta outras coisas.

Taí as 12.775 que demonstram isso...rs

Ah, e quanto aos filmes...não assisti a nenhum destes relacionados, mas isso já não é novidade pra você. rs

Bjs!

Cristiano Contreiras disse...

Ah, posso ser sincero? eu acho meio exagero este número...1200 ainda ia, sabe. Mas, enfim: dá pra ver que ele é bem sexualizado, como o Michael Douglas que constantemente declara seu vício em mulher e sexo.

Foi no filme Bugsy que ele conheceu mais a Annette Bening e vieram a se casar.

Por sinal no Bonnie & Clyde: o seu personagem sofria de impotência sexual. Irônico, não?

Um belo ator, até envelhecido.

abraço e aparece!

* Meu último post, curiosamente, foi sobre Bonnie & Clyde. bj

Reinaldo Glioche disse...

Pois é Cintia, até suponho que possa haver exagero nessa conta, mas o número é por aí msm. É como a conta de gols do Romário ninguém acredita que ele passou dos 1000 ( todo mundo fala: pelas contas do jogador), mas sabe-se que ele chegou bem perto.
Foi Annete Benning, que ele conheceu em Bugsy, como bem lembrou o Cristiano aqui em cima, que deu um jeito no bon vivant. Eles são casados até hj e pelo que consta, Beatty é extremamente apaixonado. Basta lembrar da cerimônia do globo de ouro de 2009, em que foi homenageado com o prêmio Cecil b. de mille (que será entregue a Scorsese esse ano) em que declarou de forma efusiva seu amor por Annete. E a agradeceu por tê-lo resgatado. Sugestivo não?! rsrs

bem, ele era um grande ator, sem dúvida alguma cheio de sex appeal e carisma. Revelou-se um bom diretor tb. Agora, cá entre nós, sério que vc achou Dick tracy chatinho?

Bjs

Renato Hemesath disse...

Muito interessante a postagem, Cinthia.
Eu acredito que ele precisa de análise. E acredito também que aqueles que super investiram nesse marketing ganharam muito bem. rs

Mas enfim, achei fundamental a introdução que deste ao dizer que cada um pauta sua vida naquilo que acha mais significativo, ou no que está a seu alcance, conforme lhe é disponibilizado. Isso esclarece melhor os intentos subjetivos.

Um abraço!

Mateus, O Indolente disse...

Jack Black pegou bem mais!!!!

Abraço!
Cinema para Desocupados

Amanda Aouad disse...

É, o cara é um fenômeno, se não pegou tudo isso, pelo menos fez seu marketing. E pensar que Don Juan (do filme de Jeremy Leven) perdeu sua amada só porque confessou ter pego 1002 mulheres. hehe.

bjs

Carol disse...

Nossa! Quanta disposição, hein...

Thiago Paulo disse...

Nossa, também não acredito nesse número não. Tudo bem que ser famoso ajuda a ganhar mais mulheres, porém, nem tanto assim... hahaha. Vai saber se é verdade, né?! Espero que ele tenha parado na Annette Bening mesmo, tadinha dela.

Bjs...

Marcelo A. disse...

Concordo com o Thiago. Ser famoso deve ter sido uma mão na roda. Nos anos áureos, duvido nada que o Warren tenho tido uma por noite. Talvez duas ou três. Mas... quantas foram mesmo? 12.775 mulheres?! Sei não, isso parece conta de mentiroso...

Se bem que nós temos o Latino e o Wando, né?

Beijão!

Cleber Eldridge disse...

Testosterona é pouco!
Me lembro de um belo rosto na pele de Clyde!

Marcelo Augusto Cetreus disse...

Cintia, querida Cintia!
Sinto muito em não ter te comunicado que entraria de férias por um periodo de 30 dias! Mas senti muita falta de seu espaço e resolvi finalmente comentar aqui!Voltei com toda força e gostaria de te convidar a fazer parte do Clube do Filme, idéia que você já conhece. Estou aproveitando o ínicio de 2010 para oficializar a idéia. Te convido pra me ajudar a compor o corpo administrativo, aquele grupo de pessoas que irão pegar todo o debate e produzir um texto revelando um saldo do que foi discutido. Acredito muito nesse seu tom pessoal de escrita e me sinto honrado se voce aceitar o pedido.

Quanto ao seu port, incrivel hein? Haja fôlego, eu diria, rs. Mas é assim, quando se tem o sexy appel ( acho que se escreve assim ), se torna bem mais fácil de conseguir o que se quer.

Um beijo, e espero que possamos iniciar o ano de 2010 da melhor forma, minha escritora favorita!

Beijo

Postar um comentário